sexta-feira, 1 de março de 2013

PALESTRA: MODERNIDADE NA LATA. O EXÍLIO DOS SEIOS: UMA ANÁLISE SOBRE OS IMPACTOS DO CONSUMO DESMEDIDO.

Categoria: Palestra
Carga Horária: 2h
Palestrante: Ma. Bruna Benning

Com o término da II Guerra Mundial e início da Guerra Fria, tornava-se mais evidente – principalmente no bloco capitalista – a formação de uma mentalidade em que a liberdade de consumo estava associada às propagandeadas ideias de democracia, progresso e modernidade. Sob o discurso do desenvolvimento, a crescente presença de multinacionais no país e a disseminação de produtos industrializados contribuíam para consolidar esta influência de pensamento. Ao mesmo tempo, a publicidade construía representações e imperativos que induziam os indivíduos para a prática do consumo como forma de adquirir valores “modernos” em oposição a uma situação “tradicional”. Elegendo os leites enlatados como objetos referenciais e analisando tanto a opinião médica, através de entrevistas gravadas com pediatras que atuaram no período, como o comportamento feminino, sugerido pelas propagandas de jornais e revistas da época, percebeu-se como frequentemente produtos são absorvidos como dados culturais, tornando o seu consumo, muitas vezes, um problema de grande amplitude. Ao utilizar como cenário o Recife dos anos 1950/1964, que abrigou desordenadamente um grande contingente populacional atraído pelos mesmos ideais de progresso, observaremos as graves consequências nutricionais da diminuição da amamentação que, agindo sobre a realidade social, elevou os índices de mortalidade infantil na cidade, principalmente entre as famílias mais pobres, em virtude do êxodo de milhares de bebês para os bicos das mamadeiras. Espera-se, portanto, que este estudo contribua para uma atitude mais responsável em relação à forma como percebemos o consumo.

INSCRIÇÕES: Gabriela Borba: (81) 9645 4643 ou Sílvio Cadena: (81) 9774 3955 

Nenhum comentário:

Postar um comentário